sexta-feira, 29 de abril de 2011

Carta Aberta A "Bartolomeu"

São tantos sinais, tantas expectativas, tantos sentimentos profundos, confusos, que não podem ser explicados por um coração tão ingênuo. Existem tantas pessoas, aventuras que vivi na tentativa frustrada de te deixar partir mas a esperança grita alto e me puxa de volta até você. Me encontro perdida em meio a letras e canções, coisas que me descrevem tão bem quando eu mesma não consigo fazê-lo. E eu insisto em outros por pura falta de força, estou completamente sem força sem você. Nunca conheci alguem assim, seu sorriso é tão lindo que me faz chorar, dói tanto me lembrar da sua risada. Ainda me lembro com carinho daquela noite fria de domingo em que você veio em minha direção - nunca me recuperei 100% do resfriado! - quando percebi que tudo fazia sentido. Ninguém se compara a você. Ah que falta me faz poder te abraçar, te fazer rir, poder fazer tudo que eu posso pra te fazer feliz.. Ninguém se compara a você e se um dia nossos caminhos se cruzarem novamente, eu não hesitarei em te dizer o quanto eu te amo e o quanto você significa pra mim. Te amo J.  


-A

Nenhum comentário:

Postar um comentário